Please reload

Posts Recentes

Pert substitui PRT, lançado também este ano, e apresenta outras facilidades ao contribuinte
O governo federal instituiu, em junho, o Programa Especial...

Governo cria novo programa de regularização de dívidas

June 14, 2017

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

MPEs começam a receber informações necessárias para crédito

July 20, 2020

Comunicados da Receita Federal que permitem acesso ao Pronampe estão sendo enviados às caixas postais do DTE-SN e e-CAC 
Criado em 19 de maio, com a publicação da Lei nº 13.999/20, o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) finalmente começa a ser implementado. Dia 9, a Receita Federal fez publicar a Portaria nº 978/20, definindo como as micro e pequenas empresas (MPEs) serão informadas sobre a receita bruta apurada no ano passado. O dado é indispensável para determinar o valor máximo de crédito a que terão direito.
No mesmo dia, o órgão começou a enviar os primeiros comunicados, destinados a empresas enquadradas no Simples Nacional, através do Domicílio Tributário Eletrônico do Simples Nacional (DTE-SN). As demais MPEs serão informadas numa segunda etapa, com início previsto para o dia 11, por avisos postados em suas caixas postais do e-CAC da Receita Federal.
Os comunicados trazem o valor da receita bruta, o hash code de validação e outras informações necessárias aos bancos. Se houver divergência de valores, o contribuinte terá de retificar ou fornecer a informação por meio do Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional - Declaratório (PGDAS-D) ou da Escrituração Contábil Fiscal (ECF).
Pelas regras do Programa, o financiamento limita-se a 30% do faturamento obtido em 2019. Para empresas com menos de um ano, o crédito máximo equivale a 50% do capital social ou 30% da média de faturamento mensal desde o início da atividade. O empréstimo pode ser pago em até 36 prestações mensais, corrigidas pela taxa do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic, atualmente fixada em 3% ao ano), acrescida de 1,25% sobre o valor concedido.
Só têm acesso a essa linha de crédito as MPEs abertas até o fim do ao passado. Ao ingressar no Pronampe, essas empresas comprometem-se a não reduzir o número de empregados quem tinham em 18 de maio por até 60 dias depois do pagamento da última parcela. Outra condição impede o uso da quantia financiada para distribuição de lucros e dividendos entre os sócios.
Apesar de os empréstimos concedidos pelo Pronampe serem garantidos pelo governo, a decisão de conceder ou não o crédito fica por conta dos bancos.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Rua Vergueiro, 2.720 - 6º andar | São Paulo - SP | CEP 04101-200   

Av. Princesa Isabel, 320 - 4º andar | Rio de Janeiro - RJ | CEP 22011-010